Percorso Ensemble

Fundado em 2002 pelo maestro e percussionista Ricardo Bologna, o Percorso Ensemble é um núcleo independente, constituído a partir do desejo de seus integrantes de estimular a criação de novas obras e promover repertórios do século XX e XXI. Apoiado em seu comprometimento com o futuro da música contemporânea e em ampliar o alcance de seus projetos, em 2018 o grupo foi remodelado em sua parte administrativa e artística, passando a realizar concertos crossover, com inspiração na música popular e no jazz, assim como espetáculos em diálogo com outras formas artísticas como a dança, o teatro, o cinema e as artes plásticas. Também incluiu em suas atividades propostas educacionais e de formação de público, com intuito de despertar maior envolvimento com a música de concerto atual.

Fez seus primeiros concertos em 2002 e, desde então, destaca-se no cenário musical contemporâneo, com feitos como a estreia de Pulsares do compositor Flo Menezes (2003), a participação no Festival de Música de Câmara de Tatuí, no Teatro Popular do SESI e, como grupo solista, ao lado da Orquestra Sinfonia Cultura. Atuou na I Mostra de Música Cênica do Sesc Ipiranga (2005) e em concertos em torno da obra minimalista de Steve Reich (Sesc Vila Mariana e Sesi Avenida Paulista). Em 2009, dentro das comemorações do Ano da França no Brasil, o grupo se apresentou no Sesc São José dos Campos, com obras do repertório impressionista, além de tocar com o percussionista francês Florent Jodelet, no Sesc Santana. Mais recentemente, realizou três espetáculos com a São Paulo Companhia de Dança (SPCD), estreando a coreografia The Seasons de Édouard Lock, a qual incluiu encomenda de obra inédita a Gavin Bryars (Reino Unido).

Pelo Selo Sesc, gravou os CDs Berio+ (2007), com obras de Luciano Berio, Arrigo Barnabé e Eduardo Álvares e Ligeti+ (2013), com obras de György Ligeti, incluindo a primeira gravação brasileira do Concerto de Câmara e a encomenda de obras inéditas a dois compositores brasileiros que dialogam com Ligeti: Marcus Siqueira e Cláudio de Freitas. Por meio do patrocínio da Petrobras, gravou Música Plural (2008), um CD duplo com obras de jovens compositores brasileiros. Em comemoração aos seus 15 anos, em 2017 o núcleo realizou concertos com o maestro e compositor suíço William Blank, com obras brasileiras e internacionais. Nesse mesmo ano, o Percorso foi vencedor do “Grande Prêmio” da Revista Concerto, na categoria votação popular.

Ao longo de sua existência, participou de primeiras audições nacionais de importantes obras do repertório dos séculos XX e XXI (Xenakis, Matalon, Markeas, Ligeti, Holliger, entre outros), assim como primeiras audições mundiais de diversos compositores brasileiros, como Eduardo Álvares, Michele Agnes, Sergio Grossmann e Felipe Lara, Riederer, entre outros.

Em 2018, iniciando sua nova fase, levou a música contemporânea a espaços alternativos como a Casa de Francisca, onde apresentou A História do Soldado de Stravinsky, tendo Arrigo Barnabé como narrador.

Compromissos futuros incluem concertos no Festival Movimentos Festwochen der Autostadt em Wolfsburg (Alemanha) em julho de 2019, a convite da São Paulo Companhia de Dança, parte de um projeto que inclui montagens e apresentações de uma coreografia inédita de Édouard Lock, um gigante da dança mundial, além da pré-estreia da obra em São Paulo e de sua gravação também em terras germânicas.

CLIENTEPercorso Ensemble

ANO2018

ENDEREÇO http://percorsoensemble.com.br/

TAGS , , ,